terça-feira, 17 de abril de 2012

Politiquices

Vou começar por dizer, correndo o risco de morrer virtualmente apedrejada, que não sou anti-Passos Coelho. Era anti-Sócrates, sim. Porque esse era aldrabão, ladrão e cara de pau.
O Coelhinho foi-se meter onde não devia. Herdou um país à beira da ruína. O naufrágio continua a decorrer e ele, sozinho, já não vai a tempo de o impedir. Quis ser o herói, mas o jogo virou-se contra ele e agora é o alvo preferido dos portugueses. 

Tenho pena dele, na verdade. É que é preciso não esquecer que o Primeiro-Ministro não é o Governo. Faz parte dele. É o chefe. Mas há mais gente ali envolvida, com competências próprias e muitas vezes mais margem de manobra do que aquela que lhe devia ser concedida.
Erros têm sido cometidos. Erros graves. Mas convenhamos que não podem ter sido todos conjecturados por aquela cabecinha apenas... Há coisas que saem da boca dele, mas que foram escritas para ele. Faz parte do papel que desempenha neste teatrinho deprimente.

Quase crucificaram o homem porque incentivou a população jovem à emigração. Eu cá encarei aquilo como um conselho de amigo em jeito de mensagem subliminar: "Meus amigos, o melhor mesmo é juntarem as vossas coisinhas e darem de frosques, que isto aqui já não tem remédio possível. Salvem-se enquanto podem. Palavra de quem conhece as coisas de dentro".
Eu não vou. Não porque o considere um mau conselho, mas por uma série de outras razões. Pessoais e profissionais. E como sei que somos um país de desistentes e que o fenómeno "emigração" começa verdadeiramente a fazer-se sentir (daqui a nada acompanhando os números da década de 60), acho que alguém tem de ficar por aqui a fazer algo pela economia. Digo com isto no sentido de trabalhar e não de viver  em jeito de parasita, comendo às custas dos que dão o couro todos os dias através do Rendimento Social de Inserção.

E chegámos ao ponto que eu queria: no tempo das vacas gordas (lembra-se, amigo Guterres?), em que o dinheiro abundava (?), foi um tal "ajudar" os "frascos e comprimidos" (aka fracos e oprimidos), concedendo-lhes uns beneficiozinhos (?) em relação aos demais mortais que se esfalfam todos os dias para colocar comida na mesa. Agora que o dinheirinho escasseia (desapareceu, mesmo), não pararam as ajudas. Quem trabalha é que desconta mais, ganha menos e continua a sustentar os malandros. É aí que eu acho que anda mal o Governo. Se as soluções do PSD e do PS (não vou falar nos outros que só estão para ali no Parlamento a ganhar o seu enquanto passam as reuniões no Facebook ou a pôr o sono em dia; ou a tentar legalizar as drogas e proibir as touradas) para a crise no país são diferentes, há que agir de forma diferente. Mas de forma que se veja! Cortem lá os RSI e ponham essa gente a trabalhar! Trabalho há, sim. Não há é empregos e são empregos que as pessoas querem...

Digo e repito que o mal não está no representante do Governo, mas sobretudo nos que o rodeiam... esses é que tomam as decisões, o outro só dá a cara. E leva com os ovos podres.
No caso do anterior Governo, acho que o Sócrates soube, e bem, rodear-se de uma corja que lhe acompanhava os movimentos e lhe seguia as pisadas, quais autómatos, logo, as culpas têm que ir ao cabecilha. Porque ideias tão estúpidas como as dele não podem ter partido de não sei quantas cabeças juntas. Foram impostas. E aceites. E executadas. E fizeram de nós o que somos hoje: uma cambada de paspalhos aos olhos do mundo!

Lamento tanto que, passados 7 anos sobre a data em que escrevi este texto, consiga nele ainda rever-me no que toca ao essencial das ideias: somos uns tristes e toda a gente nos vê como tal. 




P.S. - Não sou advogada do Passos Coelho.


7 comentários:

  1. Concordo em muita coisa.
    Além do mais tudo custa imenso, não só porque está efectivamente dificil mas porque a maioria das pessoas se habituou a fazer um tipo de vida para o qual nunca teve meios...e não me venham pra cá com tangas porque na verdade o ppl não tem dinheiro mas em muitos casos continuam a mudar de telemóvel quase de mês a mês, continuam com viagens com cartões de crédito, continuam com um carro por cada membro da família, etc...etc...
    Emfim...quem é mesmo pobre está habituado a esticar e a fazer pela vida...quem não era, ou achava que não era é que deve estar mesmo em apuros.
    Lamento mais pelas pessoas mais velhas sem emprego, porque é mais dificil para elas...mas...fé, força de vontade. As coisas hão de melhorar.
    Felicidades

    ResponderEliminar
  2. Tenho uma opinião muito parecida com a tua, mas não me atrevo a falar disso no blog (há três assuntos que não falo no blogue, e que não gosto de discutir em sociedade: política, religião e futebol).

    De facto, quem chegasse ao governo na altura que Passos chegou tinha duas hipoteses: ignorar (como andou sócrates a fazer), mas que nem devia ser hipotese, já que nos encontramos mesmo na corda bamba, ou enfrentar, como está Passos a fazer, e ele na verdade já tinha um plano político traçado, singir-se ao memorando da troika, ou superar, que é o que está a fazer.

    Acho que o que revolta tanta gente é que não estamos a ver o "mal a ser distribuido pelas aldeias", uns são demasiados penalizados e outros, pronto, sofrem um pouquinho.

    Mais...acho que o Governo devia se esforçar por ser mais coerente, e o Passos mais líder. Mais patriotismo,e mais união no Governo e nos Cidadãos.
    Por enquanto é tudo, mais muito mais há para dizer, mas assim ficavas cm um comentário do tamanho do post =P

    ResponderEliminar
  3. Não sei que notícias anda a ler, mas não anda a ler as suficientes...

    Então o Primeiro-Ministro não pode fazer nada e só dá a cara? Não é bem assim.

    Ele tem de controlar os ministros e secretários... Isto é evidente.

    E não querendo desculpabilizar os anteriores Governos (Sócrates, Durão e Guterres) o que é certo é que há muita bosta feita por todos eles. Mas sabe que não são eles, nisso acertou....

    E a lista de coisas que podemos apontar, coisas erradas são de uns e de outros. Lembra-se dos submarinos do Portas e do Durão? Lembra-se do TGV da Manuela e do Durão?

    Lembra-se dos Custos de interesse económico geral que dispararam desde 2000? Desde então que todos pagamos milhares de milhões de euros para isso e sem retorno nenhum??

    Lembra-se das PPPs do Sócrates e outras obras públicas, principalmente projectos a longo prazo ruinosos como a construção de barragens (Programa Energático)

    E agora, mais recentemente, já que defende o PPC, lembra-se daquele senhor que teve que se demitir porque não quiseram reduzir as compensações pagas à EDP? Sabe o que lhe aconteceu nao sabe?

    Portanto, na parte em que diz que ele não manda nada até tem razão, pois não manda. Quem manda são os grupos económicos.

    Não usem o RSI como bode expiatório porque não é a causa desta bosta toda que hoje temos. O programa está mal concebido? Está! Sem dúvida. Porque deviam prestar trabalhos em troca do que recebem. Mas não lhe atribuamos essa carga tão negativa e o alvo da nossa ira pelo que nos está a acontecer.

    Quanto à emigração, tanto o que escreveu como o que o PPC disse, nem merecem comentário. A consequência decente para o que o PPC disse era antes a sua demissão. Que líder é ele afinal??? É por essas e por outras que isto está assim. Entregaram isto a meia dúzia de famílias e grupos económicos e aquele palhaço ainda diz para as pessoas emigrarem. Ok! Desistam do país. É o que ele está a dizer. Do outro lado, temos um Povo adormecido, que nada faz, então desiste e vai embora.

    Agora, que o PPC é um coitado..Por favor...Ele está a fazer uma só coisa: a destruir a economia. Ele e o FMI. depois, quando o FMI vê a taxa de desemprego, exclama: "Ah, não perbemos como se atingiu esta taxa!"
    Oh! A sério??? Não percebem??' Eliminaram quase por completo o consumo e ainda esperavam ter os seus efeitos? É gente burra, desculpe lá. Ou melhor, burra não é. Estão a tratar de pagar aos investidores internacionais, aos bancos e preocupados em manter contratos prejudiciais para o país.

    Sabe porque digo isso? A economia precisa de ajuda, certo? Então concedem tranches, para financiar. Depois, exigem que paguemos no mais curto espaço de tempo tais quantias! Quase astronómicas! Não acha que alguém está a ganhar com isso? Não acha que o incumprimento é mais do que certo? Afinal, para que serve o FMI? não deveria dar condições vantajosas e deixar a economia "respirar"?

    ResponderEliminar
  4. Só para lhe dar um exemplo. Sabe que os EUA ainda não pagaram a enorme dívida com que saíram da 2.ª Guerra Mundial? mais de 60 anos depois!!!! Ainda não a pagaram! Têm vindo a pagar... Sabe o que lhes aconteceria se tivessem que a pagar a 5 ou 10 anos, na década de 50 ou mesmo na década de 60??
    Teriam que sugar tanto a economia que acabariam com ela.

    Para terminar: culpados da actual situação serão todos os governantes, de Guterres a Passos Coelho. O palhaço do Passos Coelho e o palhaço do Seguro não tiveram tomates para fechar a porta ao FMI. Fechariam à UE se fosse preciso também. Antes sozinhos que mal acompanhados e creia-me, estamos muito mal acompanhados...
    A estes senhores pode juntar os restantes partidos que acabam por pactuar, com a sua conivência, com estes senhores e os grandes grupos.

    Por último, só para ver como alguém que queira lutar pelos interesses nacionais é logo "apedrejado", já viu o que a presidente da Argentina fez em relação à Repsol para proteger os interesses do País?? Agora verá as pressões que irá sofrer para voltar atrás e abrir a porta aos senohres monstros económicos. Com um bocado de sorte, ainda é morta pelo Tio Sam, sim, como foram no passado, muitos líderes sul americanos...
    Mas esperemos pelos próximos episódios.

    Bom trabalho.

    ResponderEliminar
  5. é tao bom encontrar alguém que pensa como eu! tb faço o papel de advogada do Passos Coelho muitas vezes... a ti faço-te uma vénia por este post!

    ResponderEliminar
  6. É preciso coragem para escrever este post, por muito que concorde, estou ali como a RS, evito escrever no meu blogue sobre política, religião e futebol!

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...