quinta-feira, 12 de julho de 2012

É oficial!

Estou a viver um pesadelo!



Nunca na vida vi coisa igual! Juro! E olhem que eu já tenho visto muita merda... 
Nem durante um teste eu consigo não gritar com esta gente. Não dá. Eu passo-me da cabeça com tanta burrice, azelhice, caca de galinha na cabeça ou lá o que diabo é... Ainda acabo na Casa de Saúde.

Como diz o outro: "Ihhhhh, que géne!"
Vou descarregar esta raiva a dizer palavrões enquanto conduzo.

9 comentários:

  1. Respostas
    1. Vai ser bonito corrigir aqueles testes... Vai, vai!

      Eliminar
  2. Enquanto conduzes não é boa ideia!
    Ainda corre mal!
    Vai lá com calma!
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já estou habituada! Alivia-me o stress! LOL

      Eliminar
  3. Já leccionei noutros tempos em que não havia tanta caca de galinha na cabeça dos meus antigos alunos. Hoje nem me atreveria a passar pelo mesmo. Prezo muito os meus neurónios. Lolololol=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Juro que não percebo o se passa com esta gente! E não pertencem a uma geração assim tão recente...
      É normal que haja pessoas com menos capacidades intelectuais, mas aqui chegamos ao cúmulo de não conseguirem escrever um frase sem que a mesma contenha, pelo menos, 8 em cada 10 palavras erradas. Mas o pior é o facto de não conseguirem apreender os conceitos mais básicos, como "legalidade", por exemplo. E fico eu a pensar que se calhar os meus neurónios é que estão a pifar ou então que entrei numa qualquer outra dimensão. :P

      Eliminar
  4. Olha, manda-os cá que lhes faço uma avaliação e vejo se eles pertencem ao regime do ensino especial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Garanto-te que ali ganhavas, pelo menos, meia dúzia de alunos. Nunca vi tanta dificuldade em aprender! Se lhes tivessem feito tal avaliação na primária, tinham sido logo incluídos numa turma de ensino especial. Há lá uma, então... Até parece atraso mental. Mas depois vais a ver e para o mal não é tola nenhuma, logo, só pode ser burrice mesmo! :P
      Ainda ontem à noite, já em casa e a propósito do teste, comentei com o Maridão que me assustava o facto de existirem pessoas assim. Como é que aquela gente termina uma vida?! Como é que se anda neste mundo sem saber quantos são 2+2?
      Me-do.

      Eliminar
  5. Tu não me puxes pela língua, que se me sai um testamento. Eles terminam a vidinha muito bem, metem filhos ao mundo e vivem dos rendimentos...Chama-os burros. Burras somos nós, que nos matamos a trabalhar e a descontar (atenção que nem todos são assim!)!

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...